segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Namoro à Distância: Dá Certo?

image

Com tantas maneiras de se comunicar ao redor do planeta de forma simples e em tempo real, a resposta teórica é SIM.

Mas por que “teórica” se hoje é mais fácil falar com alguém de outra cidade do que com seu vizinho? A resposta é simples: na teoria o que você terá para se comunicar com seu namorado ou marido em outra cidade ou país é o mesmo de quem divide o mesmo território com o amado (e-mail, celular, msn, etc), mas a diferença básica que muda todo o resto é que essas são as únicas formas de vocês estarem juntos, não há outra opção.

imageEnquanto alguém liga para avisar que vai chegar mais tarde em casa, ou para desmarcar um encontro, o telefone será a única maneira de escurtar a voz de quem se ama, você só o verá pela webcam, não haverá contato de pele. Mas calma que muitos casais já sobreviveram à distância e até se beneficiaram dela, você só precisa saber como.

Primeiro vamos separar dois grupos, o primeiro é o das pessoas que se conheceram, mas não se viram pessoalmente ainda e querem sim manter um relacionamento e se conhecer melhor. É sempre difpicil se relacionar à distância, mas quando conhecemos um “alguém novo”, a situação se agrava, pois com esse alguém, vêm experiências que por vezes são inéditas e ainda precisaremos provar para os outros que esse alguém existe, e para nós mesmos que este namoro é real e possível, e esse é só o começo dos problemas. O segundo é do casal que já está junto a algum tempo mas teve que se distanciar por algum tempo. Uma situação também amarga que pelo fato de o casal já ter um história, torna a despedida ainda mais dolorosa, porém passam pelos mesmos problemas de quem já se conheceu distante, mas talvez até mesmo pelo fato de já ter um passado juntos, as neuras são maiores e as dúvidas constantes.

imageSe seu relacionamento está dentro do primeiro grupo tenha sempre em mente que tudo pode mudar de um dia para o outro, se a convicção de que pode dar certo é real o certo é marcar uma forma de encontrar-se e passar logo para o segundo grupo, pois o encontro acabará com a insegurança e dará a certeza de que irá dar certo em definitivo ou não, mas não se esqueça que ainda existe um “ou não”.
Mas se está no grupo das pessoas que o destino distanciou (lembre-se, distanciou e não separou), avalie antes se ambos têm maturidade emocional para manter um relacionamento à distância e depois que estiverem lonje um do outro, tente sempre seguir as seguintes dicas:

  • A chave para qualquer relacionamento é a afinidade, portanto converse sempre sobre o que estão vivendo e divida experiências corriqueiras como ir à padaria ou assistir T.V. Será para o outro como se estivesse ao seu lado enquanto escuta.
  • Use todos os recursos possíveis para manter contato. Veja bem, não é para se tornar um incômodo, mas ficar durante horas ao telefone ou sentado digitando pode incomodar e até fazer mal, então diversifique e use as ferramentas que tiver, sempre.
  • Relacionamentos desse tipo pedem atenção constante e o dobro de dedicação, logo saiba dosar as conversas para não ser desgastante e não exite em dividir os mínimos detalhes com a outra pessoa, pois isso fará com que a confiança aumente, só não se esqueça que você também precisa de atenção e sempre que achar conveniente lembre isso a ele.
  • Se o tempo que forem ficar longe um do outro for longo, criem uma forma de se encontrar, nem que seja por algumas horas ou por um dia e depois passar um longo tempo distantes novamente, pois estas poucas horas juntos, farão significar os dias longe um do outro.
  • O ciúmes virá, é fato. Lide com ele, não o ignore e converse sobre esse ciúme com todos que puder, inclusive com seu amado, pois guardar para si, só a fará explodir de tensão mais cedo ou mais tarde.

imageSão tópicos a ter em mente antes da despedida, enquanto ele estiver longe e mesmo depois que estiverem juntos novamente. Os tópicos mostram exemplos a seguir em todo relacionamento, porém quando há uma distância, os sentimentos são potencializados, a carência afetiva cresce e qualquer mínimo detalhe pode te transformar em uma pessoa ciumenta e manipuladora (o que ninguém quer, não é mesmo?). Quando bater saudades às quatro da manhã e você simplesmente não conseguir dormir, mande um e-mail, use as ferramentas ao máximo, ao escrever você verá que todo o sentimento irá com você e ao receber o e-mail ele ficará surpreso e você não o terá acordado no meio da noite.

imageQuando bater o ciúmes converse com ele, escute suas razões e depois divida com seus amigos e familiares até mesmo com os amigos e familiares dele sobre o assunto e entenda que se ele não quisesse estar com você, seria mais fácil para ele terminar, então confie e xô insegurança! Por fim, aja como se fosse sempre o começo do namoro, onde tudo é uma aventura, onde tudo pode acontecer, assim será mais fácil suportar e estar pronta para quando ele voltar, encare como um aprendizado e confie no que você sente sempre, se você ama e se quer continuar, continue e siga seu coração, se não, converse com ele, repense, o diálogo será sempre a melhor solução, não se esqueça disso.

Por fim, se há amor, não há nada insuportável e quando a distância acabar, vocês verão que ela trabalhou a favor de vocês, construindo uma confiança inabalável e um amor duradouro, também porquê, parafraseando uma antiga música um pouquinho brega “que seja eterno enquanto dure esse amor e que dure para sempre”.

Postado Por: Assinatura
Fonte: Dona Giraffa

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Ultimas Postagens