segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Uma Ateia “Ensinando” Religião!

Por Beth Amorim do Blog Tempestade de Idéias

image

Sempre gostei de estudar sobre as religiões, mesmo não seguindo nenhuma atualmente. Como historiadora, não deu para fugir muito desse tema durante a graduação… Então…

Minha história com as religiões começa quando fui batizada – com 1 ano de idade – na Igreja Católica. Segui essa religião durante um bom tempo. No entanto, sempre gostei e tive curiosidade de saber como eram as outras religiões. E assim sendo,  aconteceram momentos em que freqüentei, só por curiosidade, igrejas evangélicas, centros espíritas e também tive algum contato com o budismo. Não “me achei” em nenhuma delas, então resolvi “não pertencer” a nenhuma religião. Porém, mesmo sem religião, ainda continuava acreditando em Deus. Todavia, esse acreditar já não era tão seguro. As dúvidas já tinham se instalado em mim.

Lembro que na última vez que fui “me confessar ao pé do padre”, contei-lhe sobre minhas descrenças e dúvidas em relação à existência de Deus. Ele me olhou bem sério e pediu que eu tirasse essas idéias da cabeça. Como penitência mandou que eu rezasse 20 ave-marias e 15 pai-nossos!!! Bom, ainda tentei fazer o que ele disse, ou seja, rezei… Mas, acho que não funcionou…. (rs). Acabei me distanciando do catolicismo e de qualquer coisa que tivesse caráter religioso depois disso.

No começo da minha “vida sem religião” foi difícil me esquivar de algumas tradições, já que pertenço a uma tradicional família católica. Ir a missas, batizados, casamentos em igrejas já me causava mal-estar. Ainda tentei ficar cultivando essa crença no “ser superior” por um tempo. Até “dei umas conversadas com Ele”, mas aos poucos fui vendo que eu falava sozinha, então seria melhor falar comigo mesma!!! Parei de rezar e de acreditar em Deus. Enfim assumi o meu ateísmo. Um choque total na família.

Desde então, me declarei o que hoje sou, e algumas pessoas nem acreditam quando eu falo. Meus alunos então, ficam todos de boca aberta!!! Porém, a cada dia fico mais convicta de que foi uma das melhores coisas que eu já fiz na vida. Aos poucos fui me “desconvertendo” de qualquer crença sobrenatural ou divina… E acreditar em algo (leia-se: Deus) não me faz falta nenhuma hoje. Nem creio que fará. Me habituei mesmo! Hoje sou livre de todos esses absurdos que estão ligados à religião.

E agora, passados 2 anos do meu “desligamento total” das religiões, fui surpreendida ao ser “convidada” para dar aulas de religião, na escola estadual que eu leciono (Obs.: a diretora da escola é evangélica!). Aceitei e fiquei pensando: “Quanta ironia! Uma ateia ‘ensinado’ religião!!!” E sabe que eu achei a idéia boa!!! No início, fiquei meio assustada com a proposta, mas como não me deram nenhum programa pré-estabelecido, fiz meu próprio programa de ensino! E lá estou eu! Falando sobre as religiões!

Na verdade, eu sempre quis fazer isso: ensinar religião sem proselitismo nenhum! Apenas falar sobre elas, suas histórias, seus preceitos, seus ritos, sem “puxar a sardinha” pra nenhum lado! Acredito que como todo desafio, terei certas dificuldades (Obs.: a educação em si já é um grande desafio e também é um poço de dificuldades…). Porém, não desanimarei! E, pra falar a verdade, estou adorando lecionar essa disciplina… Vai me ajudar a entender um pouco mais sobre esse universo religioso, do qual eu não faço mais parte…

Postado por Anderson Azevêdo (@OCaicoense)
Fonte: Blog Tempestade de Idéias

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Ultimas Postagens